quarta-feira, dezembro 20, 2006

Essses últimos dias foram bons, apesar de ainda não ter podido encontrar minha paz, sinto que ela está perto. Tudo em minha cabeça parece que está entrando em ordem. Espero realmente terminar esse ano em paz comigo mesmo.
As vezes chega quase a ser uma controvérsia, quando se tem, não quer ter, quando não se tem, quer ter.
Mas como disse, tudo agora parece caminhar para a devida paz.
Não quero mais me preocupar.
Assim espero.

Dos Três Mal Amados - Cordel do Fogo Encantado

O amor comeu meu nome,
minha identidade,
meu retrato.
O amor comeu minha certidão de idade,
minha genealogia,
meu endereço.
O amor comeu meus cartões de visita,
O amor veio e comeu todos os papéis onde eu escrevera meu nome.
O amor comeu minhas roupas,
Meus lenços e minhas camisas,
O amor comeu metros e metros de gravatas.
O amor comeu a medida de meus ternos,
O número de meus sapatos,
O tamanho de meus chapéus.
O amor comeu minha altura,
Meu peso,
A cor de meus olhos e de meus cabelos.
O amor comeu minha paz e minha guerra,
Meu dia e minha noite,
Meu inverno e meu verão.
Comeu meu silêncio,
Minha dor de cabeça,
Meu medo da morte.

Um comentário:

papel disse...

o amor comeu meu coração
uoww