quinta-feira, maio 26, 2011

Uma livre análise de Here Comes The Sun

Hoje eu resolvi fazer uma pequena análise de Here Comes The Sun. Importante frisar que essa é uma interpretação bem pessoal da canção e caso você concorde, discorde ou tenha visto algo que eu não diga abaixo, sua opnião é muito bem vinda!

Bom, Here Comes The Sun é uma canção composta por George Harrison (meu beatle favorito) e entrou no álbum Abbey Road em 1969.

Here Comes The Sun é uma música linda que me causa uma sensação de liberdade, de que, não importa o quanto as coisas estão ruins, vão melhorar. Enfim, sempre que a ouço penso que o mundo ainda tem solução. De qualquer jeito, escute e tire suas próprias conclusões. :)

Na minha interpretação, creio que a letra fale sobre o amor. Mas a questão é que, não é sobre um amor já consolidado, é um amor que vem nascendo, crescendo aos poucos sendo representado pelo sol que vem chegando.

Tem uns trechos bem interessantes, tipo esse: "Little darling/It's been a long cold lonely winter/Little darling/It feels like years since it's been here/Here comes the sun/Here comes the sun/And I say/It's all right" (Minha querida/Tem sido um inverno frio e solitário/Minha querida/Parece que foram anos desde que esteve aqui/Ai vem o Sol/Ai vem o Sol/E Eu digo/Está tudo bem"

É como se, depois de muitas desilusões amorosas, num momento inesperado, depois de uma longa e solitária espera, o amor volte a surgir pela pessoa certa. A última parte "And I say/It's all right" deixa bem claro que, tipo, "não se preocupe, eu estou aqui pro que der e vier, te amo mesmo e vamos seguir em frente mesmo com todos os percalços da vida, sem medo".

A música inteira fala sobre isso, sobre o amor pura e simplesmente, sem definições muito exageradas, livre, que nasce e floresce naturalmente.

Minha visão é essa, mas pode ser aplicada a várias coisas.

Ouça e tire suas próprias conclusões. ;)



2 comentários:

.bárbara disse...

aahhh sim sim, eu creio que concordo com a leveza da mnsagem na música. E é uma lindíssima música mesmo.

gosto mucho.

e loucos na embasa aparecem todos os dias..o medo que dá é aparecer loucos como aquele lá.

mas é a vida.

:***

Carolina Melo disse...

Talvez não seja somente um amor que floresce para apenas uma pessoa, apesar de na letra a referencia ser a um indivíduo, podemos aplicar também em vários sentidos. Poderia ser como estar abrindo o coração, a todos, um coração antes fechado, que agora descobre a sensibilidade de um novo dia se aproximando.
E realmente, George Harrison é um dos melhores Beatles, meu preferido também (: