quinta-feira, fevereiro 28, 2008

"Olha lá, quem vem do lado oposto, vem sem gosto de viver..."

Nessas minhas infinitas audições, de infinitas suposições e infindáveis superposições os dias vão passando, cantando.
Today, was a pretty day
Nada de especulações, nem de saber onde você vai estar.
Ou se a chuva vai parar, se o carro vai passar, se eu vou me atrasar, se a luta vai acabar.
Num momento de paz interior, eu paro e me olho.
Me investigo, tento me entender e, como sempre, não me encontro.
Mas tudo bem, dias de chuva sempre são bons, coisas casuais as vezes são boas.
Strange things will happen
E isso importa?
Não.
Nem um pouco.
Vou abstrair algumas coisas mas e com as outras?
O que vou fazer?
Não decidi, ainda.
Mas, assim sendo, esperar um momento, podendo assim, a partir de uma situação inesperada, entender alguma coisa inexplicável, quebrar um paradigma inexorável, chutar um balde e depois ir dormir.
"Esse é só o começo do fim da nossa vida"
=]

Um comentário:

-=|Åñð®ë§§ä|=- - disse...

Gostei! Vc tem uma forma leve e envolvente de escrever :)
bjs