domingo, julho 13, 2008

Até onde todas as coisas vão se formando, definindo sua existência.
Eu pensei tantas, mas, na hora, me faltava o papel e uma caneta pra escrever.
Pena.
Na verdade, talvez até houvesse maneira de conseguir, mas acho que não me interessava tanto.
Existem certos pensamentos que não tem necessidade de ser exteriorizados, eles já são auto-contidos, auto-suficientes.
Cumprem de maneira memorável seu papel.
E isto, é mais do que suficiente para que eu me torne amplamente satisfeito.
Satisfeito, totalmente satisfeito.
Feliz por compreender como são as "coisas".
Feliz por simplesmente entender que tudo é como não se espera.
Hahahaha
Tudo bem, sem tanto exagero.
Mas uma boa (grande) parte se mostra assim.
Infelizmente ou não essa é a regra de mundo, a equação que define seu caos.
Faz parte da natureza universal ser assim.
Reservas a parte, eu afirmo com certeza que eu sei bem o que faço.
Mesmo que pareça que não, desavisada pessoa.
Você não aprendeu ainda a visualizar as coisas como elas realmente são.
Nem acho que vá.
E, a partir de hoje, afirmo eu, um novo agora nasce.
Novas propostas de vida.
E velhas lembranças de vida voltando à superficie.
Today, was a pretty day. =)

3 comentários:

Gabriela disse...

Boa sorte!

Daniela disse...

Mudanças são sempre bem vindas :)
Boa sorte nessa nova jornada!

Livia Queiroz disse...

Pensamentos que não vêm à tona, palavras que não saem de nós por algum motivo específico: é q as palavras tem vontade própria, não as escrevemos, elas que nos usam para tomar forma, sentido...
E quando não querem aparecer, dão uma de "meninas reservadas"(aff!).
Ja esqueci musicas que gostaria de ter composto, poemas e textos que desejei mto ter escrito...isso vive me acontecendo, o importante é o respeito que se deve ter pela palavra seja ela qual for.

E como são as coisas hein?
Um emaranhado de acontecimentos loucos, incrivelmente misturados, que de alguma forma(n sei qual) fazem sentido...
(Quase)Tudo o que desejamos acontece, só que de maneira diferente e inesperada...

Mudar é sempre bom (qndo é pra melhor), dá um gás, uma nova vontade de viver melhor, e por aí vaiiiii...

adoreiiiiiiiiiiiiiiii o q escreveu, n preciso nem dizer neh?
pow dxa eu ir embora senão esse comentário meu n acaba nuncaaaaa!!!
rsrs