quarta-feira, abril 08, 2009

O Vício da Conspiração

Preciso me esquecer da minha mente.
Preciso deixar pra trás meu talvez e encontrar o meu certo.
Parar de ir sempre aonde nada há, onde nada nasce ou morre, o lugar onde nada existe.

Preciso parar de me contentar com pouco,
De me sentir sozinho,
De procurar estrelas-do-mar no asfalto.

Preciso eliminar, matar, trucidar esse aperto,
Me livrar das amarras, parar de tentar entender tudo.

Preciso largar a paranóia, esse vício.
Preciso só caminhar até a saída,
Colocar a mão na maçaneta,
Pegar minha chave e abrir a porta.
Atravessar?
Sim, atravessar e largar de ser besta.

Preciso largar a especulação,
Esse cão maldito, que ladra sempre no meu quintal,
Preso por uma corrente que eu mesmo coloquei
E que luto a cada minuto para quebrar, a machadadas se for preciso.

Preciso deixar o medo pra trás,
Essa sujeira que se instalou em mim,
O medo da morte,
O medo de estar sozinho,
O medo do amanhã,
O medo da dúvida.

Essa paz há tanto buscada,
Que parece sempre escorrer pelos meus dedos,
Aquela que eu sempre arrisco na busca de um bem maior,
Que chega e vai embora tão rápido quanto veio.

Mas como não arriscá-la?
Se ela também consiste de coisas que ainda não possuo?
E quando definitivamente a ter, será que não surgirá algo mais para não tornar minha paz completa?
Nunca saberei, se não arriscá-la.

As vezes acho que a paz consiste em arriscá-la a cada momento,
Em cada oportunidade,
Para que a mesma possa crescer, pois, a paz estática tende a se tornar tédio.

E até agora, nada ainda se resolveu,
Mas sou paciente, até demais...

8 comentários:

mundofantasticobob disse...

Consegui me identificar dentro do seu texto... Consegui sentir a emoção da escrita através da leitura. Conseguir fazer aflorar a empatia total e sem subterfúgios. O texto está expetacular!

Simone Schuck disse...

Ah mas paciência é muito importante! Só não deixa ela tomar conta de tudo, mas garanto: é melhor tê-la demais do que de menos.

E medo nunca!! É a pior coisa que podemos sentir. O sr. viajante tem MSN? haha

beijo

Marília. disse...

Eu tava procurando o que dizer. Sei lá, coisas muito subjetivas mexem comigo e me travam também, principalmente quando é algo que eu tenho que opinar sobre. Aí eu lembrei de uma música bonitinha, de um cantor também bonitinho (heheh), e...
“Hey, child, things are looking down. That’s okay, you don’t need to win anyways. Don’t be afraid, just eat up all the gray and it will fade all away. Don’t let yourself fall down.”
E daí que eu tô ouvindo Blur, você deve conhecer e até gostar de “Coffe & TV”. Acho que todo ser vivente gosta. Ó, a letra diz muito: http://letras.terra.com.br/blur/4769/.

Marília. disse...

Esqueci de usar quebra de linha. Ficou feio meu comentário. ¬¬ *fútil*

Traveler disse...

hahaha, com certeza! todo mundo gosta de Coffe & Tv! Quem não gosta eh porq nunca ouviu e não viu o clipe =). A letra diz muito mesmo, nada como "coffee and tv" para nos deixar melhor. E valeu, pela musiquinha, não conhecia o Patrick Watson, vou pesquisar algo sobre ele

Marília. disse...

Eu gostaria que os blogs que leio fossem atualizados por segundo. Mas não são, como o seu. As pessoas deveriam não ter muito o que fazer (tipo eu) e passar o dia atualizando seus blogs. Atualiza, atualiza!

carollima disse...

Passei pra dar um oi!
Vamos ver se almoçamos um dia desses aí!

Bjs!

Devaneios baratos.. disse...

Minha lista de medos tb tá grande...