terça-feira, fevereiro 03, 2009

Faces de uma mesma moeda


Existem coisas que definitivamente não necessitam de explicação. São auto-explicativas*. Intuitivas. Fáceis mesmo de entender.

Já outras não, exigem mais trabalho, mais momentos de pensamento solitário e também mais conversar no bar.

Aliás, algumas das melhores conversas que eu já tive foram numa mesa de bar. Talvez o clima favoreça discussões mais profundas, principalmente depois de algumas cervejas bebidas.

Mas enfim, depois de algum tempo de reflexão, eu percebi que poderia encarar meu habitual tédio de duas maneiras distintas.

Primeira:
Me afundar no fundo da cadeira (e da consciência) achando que o mundo é horrível, que nada presta, que tudo ao meu redor é completamente entediante e sem sentido, que todos iremos morrer e não existe sentido em buscar alguma esperança de vida.

Segunda:
Perceber que o tédio (como tudo) é bastante relativo e que eu posso simplesmente buscar uma nova forma de me entreter e passar o tempo. Existem infindáveis coisas existentes nesse mundo (apesar de ele não estar bem das pernas) que podem ser interessantes e nos instigar a buscar algo novo fazendo-nos perceber que, no fim de tudo, se afundar em sua própria melancolia não vai ajudar em absolutamente NADA!

NADA mesmo.

Enfim, vamos deixar essa auto-piedade* de lado e buscar algo novo.
Se tudo parece uma merda pra você, é porquê ainda não saiu pra buscar algo realmente interessante.
Uma coisa posso afirmar, nada vai simplesmente cair em seu colo se você ficar só esperando e achando que o mundo é horrível e que todos estão contra você.

Chegar até a porta e olhar o dia, te garanto, já vai ajudar bastante.

*Pelo menos por enquanto, não vou aderir a tal "Reforma Ortográfica".

7 comentários:

Bruno disse...

Velho, vc tava muito doido na hora que escrevei essa porra ai, num foi?
Fala a verdade!

Traveler disse...

Hahahahaha. Tava era com um sono brabo!

Roberto disse...

Rpz, não sabia que vc tinha tanta vocação para a emolancolia... huahuahuahua

Me lembrei de muitos livros e mensagens de auto-ajuda que sempre vemos por vários lugares...

Mas, no fundo, um post legal e bem introspectivo!

Traveler disse...

hauhauhauhauaa. Auto-ajuda foi foda! Mas é isso ai, ainda bem que tu gostou.

Simone Schuck disse...

Ah, meninos, é melancólico mas é verdade! Rs... eu concordo com o texto, pelo menos!

A vida as vezes não tem sentido mesmo. Aliás, só tem quando você dá - droga, não achei outro verbo! Haha

Beijos

Traveler disse...

Pois é Simone. A vida (como tudo) é relativa e tem dois ou mais lados. Dai cabe a nós escolher qual que irá "guiar" nossas existências. E de vez em quando eu fico meio melancólico mesmo! hahahahah. bjo!

Bruno disse...

No dia que eu achar que minha vida não tem sentido cometerei um suicidio.