domingo, outubro 12, 2008

Ceremony

Domingo chuvoso e New Order.
Tudo pronto para um perfeito de nostalgia.
Tem tudo, até a ressaca da noite anterior.

Até a volta pra casa, sozinho, ouvindo "Radio, Live Transmission!"...
As vezes acho que minha vida se amplia (ou se reduz?) em coisas meio que...determinadas.
Pré-determinadas.
Ou talvez Pós.
Pós-determinadas.
Não sei, realmente bem dificil dizer.
As vezes eu me acho anti-pop.
E depois me dizem o contrário.
As vezes eu pareço uma metralhadora.
Pra depois, ser o soldado caido.
Um dia, sou como um dia de altas nas bolsas.
No outro, sou o desespero de quem perde tudo.
Tem dias que eu sou azul pra depois ser cinza.
Tem dias que eu ouço Gang of Four.
Pra nos outros me perder no Slowdive.
Tenho dias de aulas e dias de cama.

Sentir-se bem, sentir-se mal.
Ver no escuro.
Escutar o eletromagnético.
Ouvir o vento.
Sentir a luz.
Ver, a quebra da velocidade.

3 comentários:

Tangerine disse...

Apesar de não ter estado ali, mesmo assim estava. Era aquele vento a acariciar a sua pele. A insuflar pelas suas narinas um pouco de esperança e tranqulidade. Sonhos e sons e lembranças. E o melhor de tudo que ainda estar por vir, o meu abraço tão esperado, demorado e suave como só quem conhece as pedras de ouro azul pode dar =)

Simone Schuck disse...

Podes ter certeza de que não és o único que se sente assim...

Livia Queiroz disse...

Premio p vc no Assuntos de Menina...

Volto mais tarde p comentar seu post


bjoks